Carboidratos na musculação, é necessario?



Hoje em dia, muitos tipos de dieta estão em foco (paleo, keto, low carb) com isso criou-se um um “pavor” pelo consumo de carboidrato. É importante salientar que o consumo do carboidrato não contribui para o acumulo de gordura, o que contribui é uma dieta com excesso de carboidrato e caloria.

O carboidrato é imprescindível em nossas vidas e muito mais imprescindível para quem treina, ele deve estar presente em sua dieta seja qual for seu objetivo: perder gordura, ganhar músculos ou aumentar performance.

Observe as diferenças entre os carboidratos:

Carboidratos simples são absorvidos e digeridos rapidamente pelo organismo e aumentam a taxa de açúcar no sangue, por esse motivo, dão pouca saciedade, como por exemplo, açúcar, arroz branco, pão branco, mel, refrigerantes, etc.

Carboidratos complexos são absorvidos e digeridos lentamente pelo organismo fazendo-nos sentir mais saciados, aumentam a glicemia gradualmente, fornecendo energia constantemente e são mais nutritivos, como por exemplo, macarrão integral, batata doce, mandioca, vegetais, etc.

Se o seu objetivo for perder gordura aliado a musculação e treino, a redução do consumo do carboidrato tende a aumentar a lipólise e oxidação de gordura, além de aumentar a degradação da massa magra. Para poupar a massa magra é importante evitar cortes drásticos nas calorias e aumentar o consumo de proteínas. O aumento do consumo de proteínas eleva a saciedade e controla o apetite em uma dieta restrita, mas não aumenta a massa magra.

Para o ganho de massa muscular, o consumo de carboidrato é muito importante e pode variar conforme o nível de atividade física, perfil metabólico e resposta genética.

O carboidrato deve sempre estar presente em sua dieta, independente do nível de sua atividade física, porém variando em sua quantidade. Seguir uma dieta cetogênica ou com alta restrição de carboidrato, a longo prazo, pode reduzir o metabolismo dificultando a perda de gordura e também levando a perda de massa muscular.

Como diz a famosa frase do McArdle: “as gorduras queimam numa fogueira de carboidratos”. Isso explica claramente que manter carboidratos em um nível muito baixo por muito tempo reduz a eficiência da queima de gordura, o que reflete também na redução da taxa metabólica.

Dietas extremistas podem funcionar no curto prazo e para algumas poucas pessoas, mas é improvável uma manutenção do resultado ao longo prazo devido aos mecanismos de adaptação do organismo. É importante saber que os indivíduos que buscam uma grande perda de peso num período curto de tempo não perdem somente gordura e água, mas também massa muscular.

É incrível como muitas pessoas acreditam em dietas milagrosas com redução ou eliminação de carboidratos! Para resultados saudáveis nós devemos sempre consumir carboidratos, porém de forma adequada para cada objetivo.


Guilherme Villaboim
Nutricionista Esportivo CRN:38526
www.gvnutricaoesportiva.com

© 2016 GV Nutrição Esportiva em Campinas - Nutricionista Esportivo - Campinas | Desenvolvido por Ederlon Barbosa.