Devo fazer dieta?



Essa é uma pergunta muito frequente e inúmeras pessoas tem dúvidas se precisam ou não fazer dieta. Independente do objetivo: definição muscular, ganho de massa magra, qualidade de vida ou mesmo em busca de melhora da performance a resposta é sempre SIM.

Não importa qual seja seu objetivo você precisa de um plano nutricional para chegar ao resultado que almeja e esse plano deve ser feito especialmente para você de acordo com seus objetivos e necessidades.

Abaixo segue algumas dicas que farão a diferença se seu objetivo for a definição muscular.

DICA 1 - CONSUMA MAIS PROTEINA

A proteína traz saciedade, o aumento no consumo vai ajudar a preservar sua massa magra durante o período de redução na ingestão de calorias totais.

DICA 2 - ESCOLHA BEM SEU CARBOIDRATO

Carboidratos complexos de baixo índice glicêmico como: tubérculos, vegetais verdes e grãos devem compor a maior parte de sua ingestão de carboidratos diária. Carboidratos simples são fundamentais para o processo de recuperação e crescimento muscular e dependendo de seu objetivo poderão ser utilizados após o treino. Este é o momento para consumir carboidratos com alto índice glicêmico.

DICA 3 - ACERTE NA QUANTIDADE

Comer alimentos que são ricos em volume, mas não em calorias irá mantê-lo saciado por mais tempo. Repolho, espinafre, alface e brócolis são alguns alimentos que você pode comer em grande quantidade. Caso você queira uma proteína o ovo é uma ótima alternativa, a clara de ovo se expandi e sua digestão é lenta.

DICA 4 - BEBA MAIS ÁGUA

A desidratação deixa você fisicamente e mentalmente cansado. Quando você está sentido sede, já é um sinal de que você está ficando desidratado.

DICA 5 - NÃO RETIRE TODA GORDURA DA DIETA

Comer gordura não vai fazer você ganhar gordura, portanto não cometa o erro de retirar toda gordura de sua dieta. A gordura fornece energia. Porém consuma gorduras boas.

DICA 6 - UTILIZE OLÉO DE PEIXE

A suplementação com ômega- 3 diminui a sua frequência cardíaca em repouso. Com a frequência cardíaca mais lenta, você terá que trabalhar mais (ou seja, queimar mais calorias) para alcançar sua frequência cardíaca alvo durante seu treino aeróbico. Contudo é importantíssimo um acompanhamento nutricional para ter o resultado que procura. A dieta deve ser balanceada de acordo com cada necessidade por isso as dietas devem ser personalizadas e intransferíveis. Se você seguir uma dieta que não foi prescrita para você, pode estar comentando um grave erro. O nutricionista esportivo é o profissional ideal e capacitado para isso.


Guilherme Villaboim
Nutricionista Esportivo CRN:38526
www.gvnutricaoesportiva.com

© 2016 GV Nutrição Esportiva em Campinas - Nutricionista Esportivo - Campinas | Desenvolvido por Ederlon Barbosa.